Transformando o inevitável em solução: Asfalto ecológico ameniza impactos no meio ambiente reutilizando pneus velhos

A cada ano, mais de 68 milhões de pneus são descartados em lixões, depósitos, quintais de casas, beiras de rios e matas do cenário brasileiro.  Um verdadeiro desastre em enormes proporções. Aí você para e pensa. O que fazer com todo esse lixo?

Se queimado em céu aberto , o pneu é altamente poluente, liberando dióxido de carbono e enxofre. Se deixado ao relento, além de levar um tempo indeterminável para se decompor, ele coloca em risco a saúde pública, já que acumula água da chuva se tornando um lugar perfeito para a proliferação do mosquito da dengue.

Parecia um caminho sem saída.  Até que um dia, uma companhia carioca teve a ideia de transformar o inevitável em solução. A borracha triturada bem fininha vira um pó que é misturado ao asfalto convencional. Nasceu assim, o asfalto ecológico.

Os benefícios são incontestáveis. Para cada km de asfalto-borracha são necessário 600 pneus, fazendo um gigantesco favor ao  meio ambiente e ás futuras gerações. Como se já não fosse o suficiente para ser adotada, a inovação, com um custo 40% mais baixo, traz consigo também a garantia de um asfalto de maior aderência e com o dobro de durabilidade. E como a durabilidade é maior, as intervenções para reparos são menores. Logo, o trânsito da rodovia melhora, e todo mundo sai feliz.

O projeto de pavimentação já vem sendo introduzido em vários trechos estaduais, e em 2011 recebeu um prêmio internacional de reconhecimento por uma iniciativa ecologicamente correta.

Uma ideia simples pode mudar todo um caminho.

Ou melhor dizendo, toda uma estrada.

2015-05-07T09:54:52+00:0007/05/2015 às 09:54|Notícias, Strada Express|