Setor automotivo enfrenta pior semestre em 7 anos

Estamos enfrentando tempos difíceis na economia, e isso não se faz diferente para o segmento automotivo. No primeiro trimestre do ano, o setor de veículos – que inclui automóveis, comerciais leves, ônibus, caminhões, motocicletas, máquinas agrícolas e outros –  já apresentou uma queda acumulada de 15,04% em relação ao anterior, e os mais pessimistas prevem um queda contínua de 10% para esse ano. Foram 1.035.044 unidades emplacadas contra 1.218.285 no mesmo período de 2014.

Falando especificamente do domínio dos caminhões, embora os emplacamentos apresentem uma alta de  mais de 1.000 unidades na comparação de março com fevereiro, o contraste com março do ano passado nos mostra que segmento retrocedeu em quase 30%, fato preocupante que resulta no pior semestre desde 2008.

Alarico Assumpção Júnior, Presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), afirmou que ainda podemos vislumbrar um futuro oportuno se nos apegarmos aos outros segmentos: “diante do mesmo mês do ano passado, o resultado favorável foi impulsionado, notadamente, pelo segmento de motocicletas, que teve alta de 10,94% na comparação’’.

Alarico ainda complementou que, antes do primeiro quadrimestre, não haverá uma revisão das projeções já realizadas para 2015.

Fonte: Transporte Brasil.

2015-04-07T10:33:48+00:0007/04/2015 às 10:33|Notícias, Strada Express|