O ano de 2015 parece um tanto quanto misterioso perante alguns olhares. Diante desse ponto de vista, certo é que as organizações deverão continuar trabalhando duro para conquistar as metas compatíveis com os seus custos, mesmo cortando “as gordurinhas“ que nos damos ao luxo em períodos de maior estabilidade.

Será um período de aproveitar todo o espaço possível para o crescimento, mobilizando o conhecimento e a experiência adquiridos com o tempo, buscando, ainda mais, dados, informações e insumos que possam sustentar um planejamento efetivo para este e o próximo ano, inserindo uma dose de ousadia para superar os desafios.

É importante amenizar a preocupação a longo prazo e evitar modelos supostamente inovadores de medição do intangível. Estruturas mais básicas e com maior precisão farão parte dos passos necessários para resultados concretos. Torna-se necessário uma medição tanto da reputação e o entendimento do saldo resultante da mesma nos últimos meses.

Na conquista do Market Share, a entidade precisa se destacar perante a sua concorrência. Como fatores básicos em um posicionamento estratégico destacamos 3 pontos fundamentais:

1.     Empresas existem em um ambiente concorrencial, sendo necessário também acompanhar o andamento e o posicionamento desses concorrentes e, se possível, explorar uma análise mais profunda através do Benchmarking.

2.     Parte do Valor das Empresas é determinado a partir da imagem que seu público-alvo tem dela, por essa razão, investir em relacionamento, principalmente na nova esfera de comunicação das novas mídias on-line que viabilizam um passo fundamental para a conquista dos objetivos.

3.     A imagem total de uma empresa é o produto das percepções dos diferentes públicos estratégicos, pois, a percepção de cada público contribui, em maior ou menor escala para a imagem global da empresa (investidores, colaboradores e consumidores). Neste sentido, além do fortalecimento da imagem da empresa na conquista de novos mercados e manutenção dos atuais, também se faz necessário a melhoria contínua nos processos internos e operações na busca pela excelência perante a visão e trabalho de todos os envolvidos.

Um ponto extra que destacamos é que, em um futuro incerto, o cultivo de possíveis parcerias e ampliar os horizontes do network (por que não irmos além com o netweaving?), pode ser uma atitude de extrema importância e até mesmo vital para a empresa.

Fonte / Apoio: Portal Administradores