Não fique perdido

No meio de tantas siglas você se depara com uma cicla chamada NF-e e não sabe nada sobre ela? Então é neste conteúdo que iremos tirar suas dúvidas e explicar melhor sobre este documento eletrônico.

Supostamente você já conhece o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) e o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) que vieram para substituir as notas fiscais em papel junto com o CT-e. Caso não conheça, oferecemos conteúdos  sobre eles em nosso blog:

NF-eNF-eNF-e

O que é NF-e?

O significado da cicla NF-e é Nota Fiscal Eletrônica e tem como objetivo substituir o famoso tradicional Talão de Notas, com o intuito de documentar fins fiscais de uma operação na circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços ocorridos entre as partes.

Como Utilizar?

Ela é emitida eletronicamente, sendo um emissor gratuito ou software próprio que após digitar todas as informações deve ser assinado digitalmente por meio de um certificado digital A1 ou A3, que garante a integridade dos dados e a autoria do emissor.

  • A1: É um arquivo digital gerado e armazenado no próprio computador pessoal do usuário, com validade de 1 ano.

  • A3: Disponível em token ou cartão, pode ser utilizado em qualquer computador, com validade de 1 a 3 anos.

Então basicamente este arquivo emissor será transmitido para a SEFAZ do estado onde está situado a empresa emitente que fará uma pré-validação e devolverá uma autorização de uso, ou seja, sem a NF-e autorizada não tem validade de uso.

Após a autorização de uso a SEFAZ disponibilizará a NF-e para consulta pelo portal de consulta para o destinatário e demais interessados que possuem a chave de acesso do documento.

A nota fiscal eletrônica é um documento digital como se fosse um arquivo do Word ou Excel, por exemplo, mas só que o formato dela é a estrutura XML (Extensible Markup Language), ou seja,  a NF-e é um arquivo diferente do DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica), que é uma impressão do arquivo e não possui nenhum tipo de validade fiscal, exceto em alguns casos específicos como no caso de uma devolução, quando o emitente escreve no verso do DANFE.

Conclusão

Sendo assim, como vimos no processo de emissão de NF-e a SEFAZ já possui o documento, ou seja, é praticamente impossível a SEFAZ não ficar sabendo de uma NF-e referente a sua empresa, porém  a sua empresa pode não ficar sabendo de uma nota emitida, pois muitos dos estabelecimentos a fim de diminuir os seus estoques e pagar menos impostos emitem notas frias.

Por este motivo ao utilizar um software exclusivo como por exemplo, o Wezidocs é tão importante,  além de buscar todas as notas emitidas contra seu CNPJ diretamente da SEFAZ também armazena todas as suas notas de saída até 5 anos com um valor acessível para qualquer empresa.

Gostou do conteúdo? Então saiba mais sobre o Serviço de Armazenamento e Gerenciamento Online

Conheça o WeziDocs