Qual a definição Lead Time?

A descrição clássica do lead time surgiu pela Engenheira de Produção. E caso você pergunte para algum amigo engenheiro(a) o que significa, é provável que a resposta seja “O tempo decorrido entre a chegada de um pedido efetuado por um cliente até este pedido seja entregue”.

Está correto? Em partes, veremos agora algumas definições um pouco mais  complexas.

Uma das definições de lead time é o (tempo de espera) computado entre o início da primeira atividade (pedido) até conclusão da última (entrega). O significado da palavra convencional para lead time em Supply Chain Management (SCM) é o exato instante do pedido até a chegada do produto.

lead time

Saiba mais sobre uma ferramenta que gerencia o lead time no agendamento de recebimento de frete

Conheça o Carga Pontual

Sendo assim, este processo de tempo se relaciona com logística também, ou seja, envolve:

Este processo citado acima, auxilia o gerente responsável pela produção à pensar o tempo crítico da manufatura (MCT), ou seja, em todo ciclo do pedido até a chegado do produto para o cliente final.

O que é MCT?

Uma importante conceito se refere ao MCT (Manufacturing Critical-Path Time) traduzindo para o português significa o tempo do caminho crítico da manufatura, lembre-se desta sigla, ela é fundamental para o lead time.

O MCT mostra a quantidade de tempo efetivamente produtivo incorporado ao produto/atividade. Com este propósito é possível a elaboração do MCT, que realizou-se a coleta de informações junto aos vários atores envolvidos no processo de orçamentação da empresa.

Há várias definições de lead time na literatura de gestão da produção. Basicamente, lead time diz respeito ao tempo para se fazer algo. Ericksen et al. (2007).

Como calcular o lead time?

Neste momento cada caso é um caso, ou seja, a linha de produção de cadeiras é totalmente diferente de um processo automotivo, isto é, não tem uma fórmula pronta para ser utilizada no cálculo do lead time. O cálculo varia de acordo com o produto específico e os itens que irão ser utilizados em diferentes etapas:

calcular lead time

Passo 1

O primeiro passo é fazer uma lista com todos os produtos exigidos, isto é, todos os itens necessários para um serviço de reparo, ferramenta e matéria-prima que serão utilizadas  para produzir o produto.

Passo 2

Estabelecendo a quantidade necessária de tempo para obter cada item da lista e desenvolver o Passo 1. Por exemplo, se você solicitou uma peça de outro estado, então para que o tempo entre o pedido e o recebimento do material pode ser de quatro (4) dias ou mais.

Além disso, se o seu fornecedor trabalha somente em dias úteis, ou seja, você precisa acrescentar os dois (2) dias de final de semana ao tempo de entrega.

Por exemplo, quatro (4) dias para recebimento + dois (2) dias úteis do final de semana.

Passo 3

É importante selecionar quais são os itens que possuem um prazo de entrega maior determinando no Passo 2 e, anote para saber o quanto será necessário para recebê-lo.

Sendo assim, manter o inventário das matérias primas ou produtos que são necessários para a provável venda,isto é, reconhecer um lead time de um dia para obter o inventário e colocar o item em processo de produção.

Por exemplo, quatro (4) dias para recebimento + dois (2) dias úteis do final de semana + um (1) dia para o inventário.

Passo 4

Estabeleça o número de dias/horas necessárias para fabricar o produto ou completar o serviço. Por exemplo, sua empresa pode precisar de uma (1) hora para produzir uma cadeira após receber os materiais que são necessários para fabricá-la.

Se atente em contar os finais de semana e manutenção ou atrasos que podem ocorrer. Por exemplo, caso você tenha uma máquina quebrada que precise ser utilizada para o serviço, então é preciso adicionar o tempo necessário de três (3) dias para o reparo da máquina.

E ainda, caso esteja fornecendo um serviço mas o funcionário responsável não se encontre disposto por dois (2) dias, você deve integrar esse período no cálculo do lead time.

Por exemplo, quatro (4) dias para recebimento + dois (2) dias úteis + um (1) dia para o inventário + três (3) dias para o reparo da máquina + dois (2) dias pois o funcionário responsável pelo reparo da máquina não está disponível + uma (1) hora para produzir uma cadeira.

Passo 5

Sendo assim, é o momento de adicionar o tempo de espera para receber os produtos necessários para à venda ao lead time devido para fabricar o produto ou obter o funcionário para a instalação. O total entre os dois itens será o lead time estimado para o trabalho em questão.

Resultado final

Quatro (4) dias para recebimento + dois (2) dias úteis + um (1) dia para o inventário + três (3) dias para o reparo da máquina + dois (2) dias pois o funcionário responsável pelo reparo da máquina não está disponível + uma (1) hora para produzir uma cadeira = 12 dias e uma hora.

De certa forma, esse pequeno exemplo é o conceito do lead time. É considerável que você fique atento a ele, ou seja, esse processo garante cada vez mais a produtividade da sua empresa.

Essa informação foi útil para você? Saiba o que é e como funciona o Just in Time:

Just in Time

Quer agilizar à contagem do seu estoque com integridade dos dados, praticidade e redução de custos? Conheça o EstoqueApp agora mesmo!

EstoqueApp

 Fonte: eHow Brasil