Logística Humanitária: entregando o bem

É inquestionável o desenvolvimento cada vez mais sofisticado da Logística. O crescimento foi tanto, que o setor logístico precisou contar com o apoio de outros campos, como os de Pesquisa operacional, Ciência da computação e TI. Toda essa interdisciplinaridade fez com que a logística abandonasse seu significado genérico e possibilitou a atuação em áreas específicas. Dentre dessas áreas está a Humanitária, ou de serviço sociais.

Contudo, em uma era marcada pela individualidade, muitos não conseguem enxergar a importância desse tipo de trabalho.

A principal diferença desse ramo da logística em relação dos demais é a ausência de interesses lucrativos. Segundo uma de diversas definições para o termo, ”a logística Humanitária é a função que é exigida para assegurar, com eficiência e eficácia, o fluxo de suprimentos e pessoas, com o propósito de salvar vidas e aliviar o sofrimento de pessoas vulneráveis’’ (adaptado de Thomas, 2004). Temos presenciado diversos tipos de fatalidades ao redor do mundo. Desastres ambientais, guerras civis, epidemias. Tudo isso tem ganhado cada vez mais espaço na mídia, e precisa também ganhar o interesse dos profissionais logísticos.

Mas porque a Logística  é tão fundamental para uma comunidade em estado de emergência?

Vamos citar alguns pontos.

Primeiramente, devemos ressaltar o desdobramento rápido de soluções devido ao seus meios robustos e flexíveis (helicópteros, aviões, escavadeiras, depósitos, etc.), que podem se deslocar em curto espaço de tempo e não depende tanto do apoio do país país hospedeiro.

Além disso, a logística é fundamental para recrutar e transportar uma equipe de Recursos Humanos, como engenheiros, médicos, e tantos outros profissionais dispostos à auxiliarem nesses casos. Tarefas que seriam inviáveis sem um gerenciamento de conhecimento logístico.

Diante disso, nos deparamos com um cenário que necessita de muitos voluntários dedicados à preparação, já que a maioria das calamidades acontecem de maneira súbita, sem previsões. Se você é um profissional que gostaria de experimentar esse outro lado da logística, busque por iniciativas próximas a você.

Juntos podemos fazer a diferença! E fazer de todo o mundo (não só do Brasil) um lugar mais justo e próspero!

 

 

(Fontes: Mundo Logística e Logística Descomplicada.)

 

2015-07-22T11:47:47+00:0022/07/2015 às 11:47|Notícias, Universo Strada|