A Frente Parlamentar da Agropecuária (composta por deputados e senadores) promove, entre os dias 25 e 30 de março, um colóquio cujo tema é o avanço do agronegócio no país e quais os desafios enfrentados pelo setor. Um dos destaques é a discussão sobre o licenciamento ambiental de obras, que são um dos entraves à logística no país.

De acordo com Adilson Sachetti, deputado (PSB-MT) e coordenador da Comissão da Infraestrutura e Logística, o Brasil tem sofrido com as deficiências de infraestrutura. Na primeira reunião, realizada nesta quarta-feira (25), foram debatidos o licenciamento ambiental de obras de infraestrutura, movimentação e armazenagem de mercadorias importadas ou despachadas para exportação em portos secos, bem como a autorização para explorar serviços em centros logísticos aduaneiros.

“Sabemos o quão importante é a logística em nosso país. Se hoje temos dificuldades elas são oriundas, em grande parte, da deficiência de infraestrutura que impede o Brasil de ser competitivo país afora, em vários setores, não só no industrial, mas inclusive do nosso setor de origem que é o agronegócio”, completa Sachetti.

O colóquio ainda contará com mais três reuniões, que discutirão temas como infraestrutura e logística, legislação trabalhista, defesa sanitária e política agrícola.

A FPA conta com seis comissões temáticas – infraestrutura e logística, política agrícola, defesa agropecuária, defesa de propriedade, meio ambiente e trabalho.