Crise Econômica no país: o que os profissionais de logística devem fazer?

Uma crise econômica abala o país na área logística desde 2013. Nesse ano, os resultados já não foram muito promissores. Com 2014, não houve melhoras significativas e em 2015, mesmo após a aprovação do novo pacote de concessões em logísticas, feito na última terça-feira (09), que irá movimentar cerca de R$ 198, 4 bilhões em investimentos nos próximos anos, a situação ainda não foi solucionada.

crise-brasil1

Dessa forma, é preciso adotar novas posturas para superar ou pelo menos atravessar essa crise sem muitos danos. Muitos profissionais preferem adotar a estratégia de defesa, ou seja, esperando a crise os afetar para só então agir, diminuindo os custos da operação logística. Esse é um dos posicionamentos pouco recomendados.

Muitos preferem atacar, transferindo os prejuízos para cima do parceiro logístico. Uma estratégia que parece dar certo no começo, mas no final é um ganha-perde que todos acabam perdendo.

Também existe o posicionamento de ignorar a palavra crise e continuar na jogada. Claro, talvez seja a alternativa de maior risco, sem poder medir resultados. Mas esse sem dúvidas é o melhor caminho para empresas que não tem medo de inovar, já que a possibilidade de sair dessa crise uma nova ótima ideia ou uma estratégia digna de cópia, é enorme.

O posicionamento mais certo e com mais chances de sucesso seria juntar forças com os parceiros logísticos. É uma abordagem totalmente ganha-ganha, onde ocorrerá muito aprendizado na colaboração e ganho intelectual. É demorada, porém muito vantajosa. Nessa estratégia, primeiramente, é preciso saber onde vocês estão e onde querem chegar. Controle os custos e busque oportunidades de melhorias. A dica é procurar ações relevantes, priorizando os detalhes, monitorando os resultados e realizando os ajustes necessários. Para isso ferramentas como PDCA, 5W2H, DMAIC, podem ser úteis.

Dessa forma, para onde sua empresa vai nesse tempo de crise, só dependerá do seu posicionamento frente a mesma. E então, qual posicionamento você irá adotar?

Fonte: Mundo Logística

2017-01-11T10:22:06+00:0012/06/2015 às 11:21|Notícias, Strada Express|